Off On

No dinâmico cenário financeiro, recentemente, Carlos Pinto, Advogado Tributário, Diretor IBPT e idealizador da Carlos Pinto advocacia, concedeu um artigo de grande relevância sobre a Reforma tributária, publicado pela Grana Capital, renomado por seu papel de destaque no cenário financeiro, apresentando ao mercado um aplicativo revolucionário que faz o IR  de investimentos em ações.

O cenário da política econômica em torno da reforma tributária surge como um tema de grande relevância, contudo, a alteração de códigos e números não garante o sucesso dessa empreitada se não estiver  vinculada à justiça fiscal.

Confira um trecho do artigo:

A CF/88, em seu Art. 150, inciso IV, prevê que aquele que ganhar mais deve contribuir com mais, e assim, os princípios basilares da justiça fiscal começam a ser construídos, já que, entendemos que é mais fácil distinguir quem tem mais daqueles que tem menos, quando falamos de Renda e Patrimônio, concordam?

É que no consumo, são ricos e pobres pagando a mesma carga tributária sobre o pãozinho francês, por exemplo. Fica difícil aplicar a tão sonhada justiça, quando falamos de consumo, tanto é verdade que o governo criou o cashback. Justamente para tentar equilibrar esta disparidade. Isso deteriora a capacidade de compra do Brasileiro, restringido cada vez mais às necessidades básicas.

Confira o artigo completo, acessem o link abaixo:

Fonte: https://blog.grana.capital/2024/01/05/reforma-tributaria-sem-justica-fiscal-e-o-mesmo-que-fazer-nada-artigo-do-ibpt/

 

 

 

 

 

Comentários Facebook